Enquanto o dinheiro público é jogado em Arraial privado, a saúde de São Luís está na sarjeta.

Vejam o que diz um médico que preferiu não se identificar, para evitar retaliações, “modus operandis” comum na prefeitura de São Luís. Isso é apenas uma pequena amostra de como a saúde é tratada nessa administração.

Hoje no Socorrão 2!
Clorexidina degermante, que é um produto que se usa para lavar mãos, a pele do paciente antes da cirurgia, essencial no centro cirúrgico, foi dada assim, regrada e dentro de seringas como na foto!!!
Falta de insumos básicos!!!
Como trabalhar e fazer uma medicina adequada assim? Risco de infecções muito preocupantes!!!!!

seringa socorrão 2

 

O laboratório do Socorrão 1 não faz nenhuma coleta de material para realizar cultura de germes e antibiograma (que é um exame de sensibilidade a antibiótico e mostrar que antibiótico aquele verme é mais sensível ou resistente)
O laboratório Cedro que fazia este serviço, não está mais no hospital!
Se for necessário, os paciente tem que levar o material colhido, em frascos inadequados (que contaminam a amostra e comprometem os resultados) por conta própria!!
Se fosse pra bancar Arraial privado tinha dinheiro. É um absurdo isso!!!!

Deixe uma resposta