A polícia prende(quando não morre), o bandido rapidamente é solto e volta a prática criminosa

Assim fica realmente muito difícil.  Israel Reis do Nascimento, o assaltante baleado quando praticava o roubo contra os correios do Aeroporto de São Luís, já havia sido preso pela Polícia Civil há menos de 3 meses por roubo majorado, porte de arma de uso restrito e associação criminosa, mas o juiz plantonista entendeu que o mesmo deveria responder em liberdade e só passou um dia preso, sendo liberado na audiência de custódia. 


Já vimos vários casos em que o bandido é preso, até mesmo em flagrante delito, e em poucos dias, senão horas, é solto e volta a prática criminosa e em alguns casos, dando cabo a vida de cidadãos de bem, como foram os casos do empresário Daniel Smith e  do médico Luis Alfredo entre tantos outros. Graças a Deus o assalto à agência dos Correios do Aeroporto, não houve registro de óbito. 

Deixe uma resposta