IPHAN transforma São Luís num grande canteiro de obra

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN, através da Superintendência Regional do Maranhão,  apresentou um saldo muito positivo em 2017, apesar da crise sem precedentes que atinge todos os setores do nosso país.  No cumprimento das práticas e estratégias para a salvaguarda do patrimônio histórico e artístico, o IPHAN enfrentou desafios  incontestes, mas através da criatividade e de diálogos permanentes,  avançou significativamente na reflexão sobre esse tema, bem como na promoção e execução de projetos importantes para a preservação e revitalização desse valoroso bem.

O Superintendente Regional do IPHAN, Maurício Itapary, destacou entre outros, o projeto de intervenção urbanística nas áreas da Rua Grande, praças Deodoro e Pantheon e as Alamedas  Silva Maia e Gomes de castro com investimentos na ordem de quase 31 milhões de reais (recurso federal) e que conta com o apoio logístico dos governos Estadual e Municipal. “Essa revitalização trará benefícios inestimáveis para o patrimônio e população. Teremos uma rua com espaço público de qualidade, com supressão de fiação e posteamento,  substituídos por um novo e moderno sistema de iluminação pública, além de otimizar radicalmente o nivelamento e  a acessibilidade, que compreende hoje, num dos maiores problemas da rua “ Disse Itapary.

Além dessa grande obra, o IPHAN está concluindo as reformas dos Teatros Arthur Azevedo e João do Vale, restauração do Museu de Artes Visuais, reforma do Centro Artístico Operário, restauração, em parceria com o governo do Maranhão, do Complexo Ferroviário e Entorno (RFFSA) – Centro Cultural, restauração do Prédio da Junta Comercial na Av Pedro II, restauração, em parceria com a UFMA, do Fórum Universitário – UFMA – Curso de Direito, restauração, em parceria com a UFMA, do Palácio Cristo Rei – Reitoria, restauração, em parceria com a UFMA, do palácio das Lágrimas – Faculdade de Odontologia, restauração e adaptação, em parceria com a Camargo Corrêa, do Engenho Central São Pedro em Pindaré-Ma, restauração e reabilitação, de Imóvel na rua da Estrela, 309 – Casa do Tambor de Crioula, restauração e requalificação em parceria com UFMA e PETROBRAS, da Fábrica Progresso – SIOGE, reforma e restauração, com apoio da Prefeitura de São Luís,  da praça D.Pedro II e entorno e  Construção de anexo do Museu da Memória Áudio Visual do Maranhão – MAVAM, restauração arquitetônica e requalificação urbanística de uso do complexo Ferroviário da cidade de Rosário – Ma.

Estas obras importam num investimento de quase 50 milhões de reais. Além desse investimento o IPHAN fará contratação de projetos executivos de arquitetura e complementares de engenharia para imóveis e logradouros públicos da capital maranhense com recursos na ordem de 7.1 milhões de reais. “Apesar de todos esses investimentos temos consciência de que precisamos avançar muito e reafirmar São Luís, de fato e direito, como uma cidade Patrimônio Cultural da Humanidade” Finalizou Maurício.

1 comentário em IPHAN transforma São Luís num grande canteiro de obra

  1. Maria de Fátima // 31/01/2018 às 6:21 pm // Responder

    Parabéns ao IPHAN na pessoa de seu superintendente Mauricio Itapary que muito tem trabalhado para a revitalização do patrimônio histórico e artístico de nossa querida São Luís.

Deixe uma resposta