Por falta do repasse da Prefeitura, blocos tradicionais ameaçam não entrar na avenida do carnaval de São Luís

“A falta do pagamento dos 50%, atrasado desde o dia 26 de janeiro, inviabiliza as brincadeiras e ameaça o carnaval 2018 de São Luís”

A Academia de Blocos Tradicionais do Maranhão, entidade que comanda os blocos tradicionais, está apreensiva é muito preocupada com o destino do carnaval para as brincadeiras. Marcado para ser feito desde 26 de janeiro, o repasse de 50% da ajuda do valor já, mínimo, que a prefeitura determinou para os blocos tradicionais, até hoje não foi feito e não se tem notícias de quando será. Esse atraso está colocando em cheque as brincadeiras que ameaçam não ir para a avenida. “Nós estamos cansados de ser enganados pela SECULT, o Marlon Botao não tem o mínimo de respeito nem compromisso com a cultura de nossa cidade” esbravejou um diretor.

Outros dois temas preocupam por demais os representantes, primeiro a falta de camarotes para a Diretoria dos Blocos, visto que a SECULT falou que seriam doados a patrocinadores e secretarias, mas o que se vê é que estão sendo vendidos, inclusive com anúncio na mídia. Tem também outro problema que está tirando o sono das brincadeiras tradicionais, a empresa responsável pelo Carnaval de São Luís, FÊNIX, é de propriedade de um diretor de um Bloco Tradicional, o que coloca em suspeita, inclusive, a composição do corpo de jurados. Pelo visto muita água vai rolar até o desenrolar dessas questões. Cadê o prefeito que não vê isso?

Deixe uma resposta