Alcione é destaque e a grande aposta da Mocidade Alegre que relembrou repertório da cantora em desfile

Com refrão que cita ‘Não deixe o samba morrer’, escola de SP fez homenagem que teve a cantora do grito de guerra até o último carro no Anhembi.

Só deu Alcione do início ao fim do desfile da Mocidade Alegre: a cantora deu a introdução para o grito de guerra no começo do desfile e depois foi correndo para subir no carro em que foi destaque, o último do cinco da noite.

A escola homenageou a cantora na madrugada deste domingo (11). O enredo teve o nome “A voz marrom que não deixa o samba morrer”.

Alcione foi ovacionada no final do desfile e o samba foi bem recebido no Anhembi. A galera cantou tudo, graças a Deus, disse a Marrom. O desfile terminou dentro do tempo, sem problemas técnicos.

A Mocidade Alegre contou com 3,5 mil componentes em 23 alas e 5 carros-alegóricos neste ano.

A escola e já foi dez vezes campeã do Grupo Especial até 2017. Seus últimos títulos foram no tricampeonato entre 2012 e 2014. A escola ficou em 6º lugar em 2017.

Deixe uma resposta