Se envolver José Sarney nas eleições 2018 foi a grande sacada de Flávio Dino, esse tiro vai sair pela culatra

O Ex-presidente Sarney, é de longe, o maior político vivo deste país. Esse fato só é contestado por aqueles que, sem argumentos, nunca desceram do palanque e repetem de forma “dutriana”, me perdoem o neologismo, palavras que já cansaram os ouvidos do povo maranhense.

Estadista renomado, respeitado e admirado no mundo inteiro, inclusive pelo próprio Flávio , José Sarney é ainda , aos 87 anos, o político mais influente deste país. Homem de palavra e caráter irretocáveis, foi o governador mais produtivo da história do Maranhão, com feitos que não caberiam nesta matéria, e um presidente que fez valer e implantou definitivamente a democracia no Brasil.

Li recentemente em um blog local, leia-se Luís Cardoso, que o governador Flávio Dino está eufórico por conta do enfrentamento que imagina travar com o ex presidente nas eleições majoritárias em 2018, e que isso traria uma vantagem, que particularmente não consegui enxergar, por conta do “desgaste” político que atribui ao mesmo. Bem, sempre achei muito procedente as colocações e análises do blogueiro LC, mas permito-me discordar destas afirmações. Primeiro porque o governador deve enfrentar na verdade o carisma, a força e o legado da ex governadora Roseana, embate que já o deixa em desvantagem no item popularidade, já que Flavio Dino não conseguiu chamar atenção nem em uma praça pública da Lagoa, enquanto isso, a ex governadora, onde anda, na capital e no interior, é abordada e efusivamente comemorada pela população.

O envolvimento do ex presidente, como líder político, no pleito 2018, traz o equilíbrio, a experiência e a maturidade necessários para o bom combate. Flávio Dino fez uma campanha pregando a mudança no Maranhao, a redenção do nosso Estado. Mas hoje, leitura que o povo faz é outra, bem diferente. Ele fez tudo e um pouco mais de tudo, que classificava como negativo. Isso também não caberia nesta matéria. Já com Roseana Sarney, o maranhense vivia melhor, sem perseguições, sem aumentos desproporcionais de impostos, sem atraso de pagamento a fornecedores e prestadores de serviços. A classe política como um todo, era respeitada e valorizada. Os empresários , em todos os segmentos , também viviam bem melhor, e isso é voz corrente no meio. Enfim a população tem um entendimento bem diferente daquele que o comunista pregou exaustivamente como mudança. Por fim, que me perdoe o amigo Luis Cardoso, mas, quando o tema é carisma o ex presidente dá um baile e de popularidade, não da pra fazer um paralelo. De resto é aguardar pra ver.

4 comentários em Se envolver José Sarney nas eleições 2018 foi a grande sacada de Flávio Dino, esse tiro vai sair pela culatra

  1. Luís Cláudio // 18/02/2018 às 2:39 pm // Responder

    Flávio tem que remar muito até chegar nesse nível. Sarney é o cara!

  2. O Ex-presidente Sarney está anos luz à frente dessa turma de comunistas. Luís Cardoso foi infeliz, foi jabá. Só pode.

  3. Elizeu de Tantan // 18/02/2018 às 2:59 pm // Responder

    Como é que Flávio diz que o velho Sarney está desgastado se até o presidente Temer não dá um passo sem consulta-lo. Isso tá cheirando desespero.

  4. Zeca de Rosa // 18/02/2018 às 3:45 pm // Responder

    Tá doido esse Flávio, a raposa tá de volta. Já era. Agora vc vai fazer uma mudança de verdade, do Palácio pra casa. 🥂

Deixe uma resposta