Educação: A Importância da Matemática na Infância

A Matemática está presente na nossa vida desde o nosso nascimento. Quase tudo no nosso cotidiano gira em torno de números, medidas, figuras geométricas e outros conceitos inerentes a essa disciplina. Antes mesmo de iniciar o período escolar, as crianças já têm contato com noções matemáticas no seu dia a dia, aprendendo sem sequer perceber. Já na escola, a Matemática aparece, por exemplo, quando dividem o lanche com os amigos ou respondem a sua idade com os dedos.

Mesmo assim, as dificuldades com essa disciplina são muito comuns em crianças em fase escolar. Muito alunos já alfabetizados não possuem habilidades fundamentais na Matemática, não conseguindo concluir as operações básicas ou interpretar problemas. Quando isso acontece e a criança não consegue atribuir um sentido prático aos conceitos matemáticos, ela cria aversão à Matemática e passa a refutá-la.

Nesse contexto, na Educação Infantil, os procedimentos didáticos costumam se pautar não apenas nos conteúdos a serem estudados, mas também em atividades práticas, que evoquem situações cotidianas que possam proporcionar aprendizados importantes. E é a partir daí que o educador deve desenvolver o ensino da Matemática nos primeiros anos da vida escolar.

O Ensino da Matemática na Infância

Apesar da discordância em relação à idade ideal para a introdução do ensino da Matemática na educação das crianças, é importante levar em consideração que os pequenos, já nos primeiros anos, compreendem e estão em contato com as relações matemáticas, uma vez que, como dissemos, vivem expostos a elas. A partir dos seis meses de vida, por exemplo, os bebês já identificam a diferença entre conjuntos de elementos que contenham quantidades diferentes. A partir dos três anos de idade, eles já entendem as operações básicas de adição e subtração.

A proposta de trabalho da Matemática para crianças deve buscar encorajar a exploração dos diversos preceitos matemáticos, abordando medidas, proporções e formas geométricas, de forma que os alunos desenvolvam e nutram prazer e curiosidade por esses conhecimentos. Essa proposta deve trazer elementos do mundo real para o ensino da Matemática, utilizando-se de experiências e da linguagem natural das crianças no desenvolvimento de didáticas que ampliem suas noções matemáticas.

O aprendizado precoce da Matemática deve fazer parte das atividades cotidianas das crianças. Já na primeira infância, pode-se estimular as habilidades numéricas dos pequenos, que, posteriormente, vão auxiliar na fixação dos conceitos matemáticos na escola.

Sendo assim, cabe ao educador trazer para a escola atividades que, a partir de situações cotidianas e das experiências das próprias crianças, auxiliem na familiarização e consolidação dessa disciplina na mente dos alunos.

A Matemática Para a Vida

A Matemática deve estar presente na vida das crianças com o intuito de ampliar suas habilidades e fornecer a capacidade de resolver problemas, argumentar com lógica, levantar questionamentos e pensar criticamente. A introdução dos conceitos matemáticos na vida dos pequenos é o caminho para favorecer seu desenvolvimento intelectual, social e emocional.

A Matemática na vida das crianças também tem o objetivo de desenvolver integralmente suas habilidades, proporcionando uma melhor construção de linhas de pensamento coerentes, capacidade de resolução de problemas, tomada de decisões, compreensão de padrões e a realização de diferentes atividades do dia a dia. Tudo isso acaba por proporcionar às crianças mais autonomia, confiança e segurança.

No caso específico da Educação Infantil, o ensino da Matemática se mostra como importante ferramenta para preparar a criança para vida, desenvolvendo capacidades e habilidades cognitivas importantes para o aprimoramento do raciocínio lógico, criatividade e inventividade. Ao pensar matematicamente sobre determinada situação ou problema, o aluno utiliza suas habilidades de unir, separar, subtrair e multiplicar em busca da solução. Quando faz isso, ele constrói conhecimentos matemáticos importantes e amplia capacidades perceptivas e motoras essenciais para o seu desenvolvimento pleno e integral.

Além disso, a Matemática é uma ciência fundamental para diferentes aspectos da vida contemporânea, desde os avanços tecnológicos a situações e necessidades cotidianas. O domínio conceitos matemáticos desde os primeiros anos de vida ajudará na formação de indivíduos que, quando adultos, saberão lidar melhor com as diferentes formas de tecnologia, terão mais capacidade para tomar e argumentar decisões sociais e financeiras que dizem respeito a toda a sociedade, além de ocupar-se com mais naturalidade das situações cotidianas que envolvem números.

O desenvolvimento da Matemática na infância deve se aproveitar do caráter integrador que essa disciplina possui. A realização de jogos e brincadeiras e a utilização de brinquedos são formas importantes de trabalhar os conceitos matemáticos junto às crianças, despertando seu interesse e promovendo a integração entre elas através da de atividades, como a proposição de situações-problemas.

Deixe uma resposta