Fábio Câmara fala sobre o Bloco de oposição a Braide

Em uma análise cirúrgica e pontual para o 98 NEWS, o ex-vereador comenta a precocidade do pseudo Bloco de oposição que se movimenta na Câmara Municipal de São Luís.

O ex-vereador e suplente de deputado estadual, Fábio Câmara, de forma sóbria e tranquila de quem nada deve a atual gestão municipal, faz uma avaliação sobre esse movimento de oposição que cresce na Câmara Municipal de São Luís. Opositor ferrenho e destemido da primeira administração do ex-prefeito Edivaldo Holanda, Fábio tem propriedade para falar sobre o tema, pois conhece como poucos o que é fazer uma oposição de verdade, com responsabilidade e conhecimento de causa, e como ele sempre deixa claro, uma oposição onde o verbo se sobrepõe sobre a verba.

Veja abaixo a íntegra da reportagem.

Qual sua avaliação desse movimento de oposição que se mobiliza na Camara municipal?

Alguns parlamentares da Câmara de São Luís ensaiam constituir um bloco de oposição à gestão do prefeito Eduardo Braide, nada mais salutar do que Oposição! Eu fiz oposição a Edivaldo por três dos meus quatro anos de mandato como vereador. 

Três anos, porque essa foi a opção que se mostrou mais coerente após um ano de inércia administrativa, Braide fez oposição a Flávio Dino! Porém, não sem antes se evidenciarem na gestão do Estado, desacertos contundentes que justificassem a ruptura. 

Porém, penso que cabem aqui algumas reflexões. Ainda hoje no jornal televisivo da Mirante, eu ouvi o secretário adjunto da educação municipal de São Luís anunciar, corajosamente, um amplo plano de reforma para aproximadamente DUZENTAS ESCOLAS.

Ora, não é inteligente ou sequer razoável crer que todas essas escolas se precarizaram em menos de dois meses de gestão Braide! Senão que esse acúmulo de precarização aconteceu ao longo de todo um tempo pretérito, tempo no qual, e é fundamental que se DESTAQUE, alguns dos vereadores e vereadoras que agora se dispõem a compor um “bloco de oposição”, apenas silenciaram assistindo de camarote a tão somente ‘o triste bloco passar!’ 

Mas, a incoerência, ainda que somente em razão desse primeiro argumento já seja suficiente para fazer corar de vergonha aqueles em cujas cabeças a carapuça couber, ainda vai além! O cúmulo dela (INCOERÊNCIA) não está no fato de se tratar, a tal construção de um “bloco de oposição”, de uma estratégia PATROCINADA pelos leões, ainda inconformados com a derrota nas urnas pela soberana vontade popular. 

Não! O ápice da INCOERÊNCIA reside no fato de que parlamentares se juntem sob uma bandeira intitulada “Unidos por São Luís” num movimento míope ou cego que só promove a desmoralização do legislativo municipal e a DESUNIÃO em desfavor da capital só nosso Estado. 

Desmoralização em que sentido, o leitor pode se perguntar? 

Desmoralização no sentido de que a maioria dos NEO OPOSICIONISTAS, com intenção ou não, por ação ou por falta dela, em DOIS MANDATOS não cobraram a qualidade estrutural e funcional de DUZENTAS ESCOLAS municipais e agora se dispõem a opor-se a um prefeito que, em menos de 2 meses, se dispõe e PLANEJA reformá-las, todas, para a promoção, verdadeiramente, do bem da nossa gente e da querida São Luís. E como os NEO OPOSICIONISTAS iniciaram a bravata pela pela saúde, antes que o bloco comece a espirrar, é isso o que eu lhes desejo: Saúde! Saúde física, saúde mental e saúde moral. 

Quanto ao Prefeito Braide, ainda é muito cedo para uma avaliação. Porém, a partir do muito que já foi demandado, e diante do possível que já está sendo efetivado, as diferenças pró qualificação da gestão são inegáveis (incursões a Brasília, vanguarda na vacinação, presença in loco de Alcântara a Jacamim, qualificação da equipe técnica) restando apenas a voz tola dos que sempre optarão por enxergar o copo meio vazio.

Deixe uma resposta