Hildo Rocha mostra quanto a bancada federal destinou para rodovias, saúde e universidades públicas do Maranhão

Em pronunciamento na tribuna da Câmara Federal, o deputado Hildo Rocha destacou como foi feita a distribuição dos recursos de 16 emendas coletivas a que tem direito os 18 Deputados Federais e três Senadores do Maranhão, referentes às emendas ao Orçamento de 2021.

Hildo Rocha disse que este ano, as três universidades públicas do Estado do Maranhão serão contempladas. “Nós colocamos R$ 40 milhões para o Instituto Federal de Educação Tecnológica (IFMA); R$ 40 milhões para a Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) e R$ 40 milhões para Universidade Federal do Maranhão (UFMA)”, explicou o Deputado.

Hildo Rocha ressaltou ainda que as rodovias federais do Maranhão também serão contempladas por meio de emendas impositivas da bancada federal maranhense.

“Colocamos R$ 59 milhões de reais, de RP 7 e RP 2, para a duplicação dos trechos da BR-135, de Bacabeira a Santa Rita e de Santa Rita até o entroncamento de Itapecuru Mirim.  Para a duplicação da BR-010, dentro da cidade de Imperatriz, que é uma passagem, uma travessia urbana, nós colocamos R$ 57 milhões de reais, entre RP 2 e RP 7. Para a recuperação da BR-222, trecho de Miranda do Norte até Santa Luzia, que está uma tábua de pirulito, só buraco, nós colocamos R$ 204 milhões de reais para que seja feita a restauração completa. Para a BR-226 nós destinamos R$ 57 milhões para serem utilizados na pavimentação do trecho de Timon a Presidente Dutra e para conclusão do contorno daquela rodovia no município de Timon”, informou o deputado.

Recursos para o combate à Covid-19

Hildo Rocha enfatizou que também foram colocados recursos para os Municípios e o Estado utilizarem no combate à Covid-19; recursos para serem utilizados na atenção básica; para o Corpo de Bombeiros, que precisa comprar um novo caminhão para combate a incêndio em São Luís; para o Centro de Lançamento de Alcântara; para aquisição de equipamentos para a agricultura familiar e para o Hospital de Câncer, na cidade de Pinheiro”, explanou Hildo Rocha.

Deixe uma resposta